8 dicas para fazer seu currículo de TI decolar

8 dicas para fazer seu currículo de TI decolar

Você já sabe que o setor de TI vai muito bem e que é um dos que mais empregam no Brasil. Dados da Brasscom (Associação Brasileira de Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação) indicam que esse segmento já representa 8% do PIB brasileiro e deve ultrapassar os 10% até 2022.

Mesmo com a crise, existem muitas oportunidades de emprego na área e também muitos candidatos para cada vaga. Por isso, para garantir o seu espaço em TI, além de se qualificar é preciso também construir um currículo vencedor. Ele é o primeiro contato com o recrutador e pode abrir ou fechar portas para você.

Selecionamos nesse artigo algumas dicas simples e importantes que certamente farão a diferença na tarefa de conseguir uma colocação profissional na área de TI. Acompanhe conosco!

1. Pense no visual

Pense no visual do currículo

No intuito de se destacar da concorrência, pode ser tentador enfeitar o seu currículo e achar que isso vai te trazer mais chances no processo seletivo. Na verdade, a melhor estratégia é deixar as excentricidades para outro momento e apostar em algo mais assertivo.

Use fontes tradicionais (Times New Roman, Arial ou Verdana), na cor preta e com tamanho entre 10 e 12. Nada de papeis coloridos ou imagens que possam distrair a atenção do recrutador para o que realmente importa.

No cabeçalho, escreva o seu nome completo e utilize a fonte num tamanho um pouco maior (14, por exemplo) e em negrito. Não é necessário escrever “currículo” ou “curriculum vitae”. Quanto às fotos nesse cabeçalho, a menos que a empresa exija, não as use. Se for necessário, escolha uma imagem com os trajes adequados. Nada de colocar aquela que você usa nas redes sociais, capturada num momento de total descontração.

Para evitar que a leitura seja tediosa, use parágrafos curtos, com até 5 linhas. Deixe um bom espaço entre elas para que todo o texto “respire” e o layout fique mais harmonioso.

2. Resuma suas qualificações

Resuma suas qualificações

O resumo do currículo é um item importante porque muitas vezes é o primeiro que recebe a atenção do recrutador. Se você tiver um bom conteúdo, certamente vai sair na frente dos concorrentes.

Cuide para que esse resumo seja curto e objetivo. Informe sua formação acadêmica e as principais habilidades e experiências profissionais. Aproveite também para citar vivências em outros países, idiomas que você conhece e outras ferramentas que sejam relevantes para a posição desejada.

3. Enfatize suas habilidades

Enfatize suas habilidades

Mesmo que você ainda não tenha uma grande experiência em TI, não perca a chance de mostrar o que você tem de bom. É importante ressaltar as ferramentas e os sistemas que você domina, além das linguagens de programação e outros conhecimentos que você tem intimidade. Informe também suas certificações e cursos, citando instituições onde fez cada curso e o ano de conclusão.

Sempre analise a vaga em questão e mostre em seu currículo que você tem as habilidades e o perfil para ela.

4. Seja objetivo e evite um currículo longo

Seja objetivo e evite um currículo longo

Os recrutadores têm muitos currículos para avaliar todos os dias e por isso a objetividade é essencial para que você não caia no esquecimento. Seja objetivo na especificação do cargo que você deseja e evite inserir muitas posições pretendidas. Por exemplo: se você deseja atuar como analista de infraestrutura, não coloque também cargos como programador, analista de segurança, entre outros. Isso mostra que você tem foco em relação à carreira.

Um outro ponto é o tamanho do currículo. Ele deve ter no máximo duas páginas. Não enrole e ressalte apenas as informações que fazem a diferença.

5. Características comportamentais: deixe-as para a entrevista

Características comportamentais

Falar sobre si mesmo num currículo e descrever sua própria personalidade não é uma boa prática. Tudo acaba sendo um auto julgamento que não agrega valor para o recrutador. Esses pontos serão identificados no momento da entrevista, quando você terá oportunidade de citá-los pessoalmente, olho no olho.

6. Ressalte o domínio de idiomas

Ressalte o domínio de idiomas

Se você domina algum idioma, é fundamental que essa informação apareça em seu currículo. Saber inglês, por exemplo, deixou de ser um luxo e hoje é uma habilidade essencial dentro da área de TI.

Vale lembrar que você precisa ser honesto. Se o seu nível é básico, não caia na tentação de dizer que é fluente no idioma.

7. Cite as atividades extras

Cite as atividades extras

Se você acha que já executou atividades extras e hobbies que sejam relevantes com a vaga e os princípios da empresa, vale a pena citá-los no currículo. É um recurso interessante que mostra uma sintonia do candidato com os valores da organização. Por exemplo: se você promove aulas de informática ou participa de alguma atividade que possa envolver a área de TI, é uma boa chance para expor essas atividades aos selecionadores.

8. Seja sincero

Seja sincero

Não minta, não invente, não aumente, pois você pode colocar em jogo a tão sonhada vaga, além de correr o risco de passar por uma situação constrangedora. E mesmo que você seja aprovado no processo seletivo, a falha pode ser percebida num futuro muito próximo e manchar a sua carreira profissional.

Com essas dicas, a gente espera que você construa um currículo campeão e conquiste a vaga que deseja. Aproveite também e compartilhe conosco quais as suas técnicas para conseguir uma posição na área de TI. Use e abuse dos comentários abaixo!

3

versao-4